Quando há um culpado

quarta-feira, 20 de abril de 2011
Um grande mal de nós seres humanos é sempre procurar algo ou alguém para colocar a culpa por nossos problemas. Quem nunca fez algo do tipo que atire a primeira tecla. Há algum tempo venho refletido muito sobre o assunto da influencia da mídia na vida das pessoas, inclusive na das adolescentes que se vêem cada vez mais obrigadas a seguirem padrões de beleza. E de quem é a culpa?
No post passado, contei um breve relato sobre a “Mia”, uma garota que se vê perdida no mundo dos transtornos alimentares. O nome Mia vem na verdade de Bulimia. A abreviação é usada pelas próprias “mias” no mundo virtual e até mesmo no real para tentar “camuflar” a doença. Posso falar com toda a certeza que o mundo da moda e da beleza tem 60% de culpa por esse mal do século. Quantas vezes não vamos a lojas e não nos deparamos com manequins magérrimos e sempre que se fala em mulher bonita na TV, seja em comerciais ou em qualquer lugar elas são sempre hiper magras? Já ouvi dizer: “Imagine só colocar uma gorda em uma passarela ou em comercial de TV? Não seria horrível?”. E quem foi que disse que gente bonita precisa ser 100% livre de gordura trans ? Quem não matou aulas de história no colégio sabe muito bem que esse padrão de mulheres magras é novo, é algo de agora, sou seja nós é que criamos. No passado, toda essa magreza era sinal de doença. E sim, em alguns casos eles estavam certos. Grande parte da culpa por esse mal pertence aos comerciais e de todos os meios de comunicação que só mostram padrões. Há também a parcela de culpa dos pais que desde cedo levam suas pequeninas aos salões para fazerem as unhas, os cabelos e comprarem roupas que as deixem com cara de “gente grande”. Muitos acham que não tem nada a vê, mais sim tem muito a vê. A criança cresce com a ideia de que precisa estar sempre bonita, sempre elegante, e isso no nosso mundo significa também Ser Sempre Magra!
Quem me conhece sabe que sou obcecada sim pelo meu peso, e é por não querer que muitas outras meninas e meninos também passem por isso que eu luto pelo meu ideal. Deus nos fez simples e nós complicamos tudo. Nosso corpo é templo do Espírito Santo de Deus, não podemos mutilá-lo com esta corrida obsessiva pela beleza.
Este é o meu recado e prometo não falar mais disso tão cedo.

13 comentários:

disse...

Olá tudo bom?
Muito fofo seu blog!
Eu sou suspeita para falar, amo demais o Rob e o trabalho dele, todos não só a saga crepúsculo e acho que mostrei isso naquele post!
Beeijõoes, e Feliz Páascoa!

♥ Carla Gomes disse...

Olá abençoada! Bom, esse assunto é vasto mesmo... abre um leque de muitos outros! Bom, eu compartilho a mesma opinião, não dá pra ser paranóica. Eu mesma, fiquei acima do peso depois q ganhei meu bebê, e isso foi há 1 ano e 7 meses atrás, até agora n consegui chegar novamente aos meus 60 kg... já sofri mto por isso, mas decidi emagrecer aos poucos mesmo. Caminho, cuido da alimentação, e as vezes extrapolo um pouco nas guloseimas e no refrigerante, mas tendo manter a calma e continuo. É isso mesmo amiga, somos TEMPLO DO ESPÍRITO mais q beleza devemos ter interior, um coração q agrada a Deus, o resto e consequencia! Bjs! Bom feriado pra vc!

Karine Marinho disse...

Também acho muito exagerada algumas coisas, sei lá me arrumo sim, mas nada exagerado de não conseguir sair de casa com um quilo de maquilagem, de sair inventando dieta porque eu acho "que estou gorda", eu me cuido, me aceito simplesmente.
A verdade é que a sociedade muda toda hora para o bem do capital, agora a moda são cabelos lisos, epere daqui a alguns aninhos e você verá as mulheres loucas para deixar seus cabelos cheios, aquilo sera a moda da época, e não vale a pena deixar de ser você por uma moda idiota.
Beijos,K.
Girl Spoiled

Pri Kiguti disse...

Oi My!
Assunto super importante!
Sabe que eu tb tenho essa coisa de ficar magra!
Hoje peso 46 quilos, nada saudáveis!
Estou esperando os exames anuais que fazemos na fábrica chegarem para saber se está tudo bem!
Mas pelo cansaço e preguiça incomum, devo estar com algum probleminha sim!
E aqui chegando o verão, nada de praia...
Gordinha eu quero esconder, magrinha tb!
Eu sou feliz assim, mas sei que assusto algumas pessoas, então prefiro me preservar!
Fazer o quê!?
Bjão!
^^

Hellê disse...

olha guria, isso é tão complicado, nem sei bem oq pensar, já pensei tanto à respeito, mas tb, uma pessoa pra agir de tal forma (quanto à bulimia e anorexia) tem que ter uma personalidade predisposta a ser influenciada, a culpa pode vir de vários lados, mas tb pode simplesmente vir da própria pessoa, tb tem a sociedade, quando impõe seus padrões estéticos, não apenas por meio da mídia, tem pais que não gostam de pensar em seus filhos mais gordinhos, então às vezes rola uma pressão até mesmo da família, oq entra naquilo que você falou, a própria questão da estética com crianças, mães que maquiam suas pequeninas e deixam elas parecendo espantalhos, isso me lembra inclusive uma discussão no Adnet Ao Vivo esses dias, quando o Danilo Gentili estava lá, eles estavam falando justamente disso, e o Danilo disse que achava que as menininhas ficam mais feias maquiadas, e eu concordo, tudo bem um pouquinho de vaidade, acho importante, mas exagero, aí é demais ^^

bjooos ;**

Nicas disse...

E a situação só fica cada dia mais difícil! Os modelos G de hoje são menores que os M de uns anos atrás!

Não sabia disso das "mias", interessante, mesmo que triste, por saber que existem tantas assim.

Triste a imagem com que tantas meninas tem que crescer e mais triste ainda algumas mães que acham que isso está certo e só colocam mais pressão! Vi umas entrevistas em uma feira de moda que aconteceu no Shop. Iguatemi e as opiniões eram assustadoras! Mães querendo crianças de 5 anos sendo "finas" e "antenadas"

Thais disse...

Eu sou obcecada com o meu corpo, mas não com o meu peso. Eu faço muito esporte sabe, nado, corro, pedalo e por isso sou muito pesada, mas tenho um corpo que não me deixa na mão! :) Mas eu faço tudo pra ficar mais sarada, e mais sarada!!! :(


http://thaisacorrea.com/b/

Marilis Dutra disse...

oi flor é um tema bem interessante que vc apontou no post, estou me formando em publicidade e propaganda e o que vc colocou tem tudo haver... esses tempos atrás minha professora de mkt levou um video falando sobre isso e muitas crianças deixaram de brincar para irem para salões de beleza e fazer compras eu mesma fiquei de cara com isso ...

adorei seu blog
vou add aos favoritos
bjss

Bruna disse...

oii amiga!

esse tema é muito difícil mesmo de ser comentado...
eu também tento estar sempre melhor, tento emagrecer, por uma uqestão de saúde e também de beleza.
tenho um namorado que me ama do jeito que sou, com minha barriguinha de chop e com meu quadril largo, mas sei que o corpor que tenho hoje é considerado gordo pros padrões de beleza. não me considero gorda, mas perder um pouquinho de gordura não faz mal a ninguém né?
e por um lado é bom nos preocuparmos, porque a maioria dos obesos é porque nunca prestou atenção quando engordou uns 2 ou 3 kilinhos e quando se deram conta já estava tudo muito exagerado pra conseguir perder, então nos cuidarmos sim, mas sem sermos obsessivos!

megaa bjoo
;**

Andreia disse...

No passado uma mulher para ser linda tinha que ser gorda. Hoje uma mulher gorda é aquilo que todos nós já sabemos.

Acho que ter um peso ideal, aquele que se ajusta à nossa altura, não faz mal a ninguém. Mas tampouco há que exagerar. E é no exagero que paira o grande mal. :(

Caccau Oliveira disse...

Heey linda *-*
eé, depois de ler teu primeiro post eu fiquei pensando sobre ana e mia e sabe? pensei e pensei no motivo que me levou a tentar praticar mia tantas vezes ... e na minha cabeça só vinham as modelos lindas e minhas irmãs me dizendo: VOCÊ ESTÁ UMA BALEIA !
Eu creio que grande parte do problema venha da própria família sabe, que assim como você disse começa a levar as crianças a pensarem que são adultas, ou da família que não entende que cada um tem um corpo, e que cada um tem uma beleza diferente. Eles não percebem que após julgar alguem, excluir e maltratar eles continuarão sendo piores que essa pessoa! Tem hrs que da vontade de mandar pegar essa porr# desse preconceito e enfiar no c# e aproveitar pra mandar levarem junto todo esse maldito padrão de beleza! Desculpe o palavreado mais esse assunto sempre me tira de mim! é triste pensar qui assim como Einstein dizia: " Época triste a nossa, onde é mais fácil quebrar um átomo do que o preconceito. " ;**

Thays disse...

Acho que você tem razão no ponto de que a mídia impões caracteres que muitos não têm e alguns, em certos casos, nunca poderão ter. E aí vêm as cirurgias plástica, mas... será que ninguém nunca repara no nome 'PLÁSTICAS', ou seja, artificial. E aí acaba que o mundo todo acaba ficando meio padronizado, insdutrializado... é isso que as modinhas, eu considero o conceito de beleza uma delas, fazem, elas tornam as pessoas em coisas que podem ser moldadas, como bonecas, Barbies, no final das contas acaba ficando todo mundo igual.
Ok. Me exaltei nesse comentário, mas estou só expondo minha opinião...
bj

♥ Carla Gomes disse...

Olá abençoada! Passei pra desejar uma FELIZ PÁSCOA! Bjs

Postar um comentário

- Por favor, identifique-se com nome e e-mail ou blog.
- Postagens de propagandas serão excluídas.
- Ler o post, nem que seja um pouquinho ajuda a comentar.
- Todos os comentários serão retribuídos.
- Caso não possua uma página na internet, deixe seu e-mail no fim do comentário que retribuirei com muito carinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Design e codificação desenvolvidos por Jana B. - Proibido copiar ou usar como base Ma Petit - Mantido por Plic Plac e Blogger